OH Yamasterol

OH Yamasterol

Todo mundo sabe que o Yamasterol está  entre os cremes mais queridinhos das brasileiras. Lembro muito bem da embalagem e do cheiro, que me remetem na mesma hora à minha infância cacheada rs
Voltei a usar o Yamasterol Amarelo depois que cortei o cabelo. Não via muita diferença, achava muito ralo, mas hoje consigo aliar a outros cremes e gelatinas e adoro o resultado.

De acordo com a Yamá, marca do creme, ele hidrata, protege, desembaraça e dá brilho aos fios. Desses superpoderes, o que eu mais sinto no Amarelinho é a facilidade em pentear (desembaraça mesmo). Isso porque ele é composto de Babosa e D-Pantenol, então não faltam componentes hidratantes e vitaminas antioxidantes dentro daquele potinho fofo. O que não tem mesmo é silicone e óleo mineral.

O Yamasterol está há anos no mercado, desde 1967, com preço super acessível e resultado visível! É multifuncional! Vou falar sobre algumas formas de usar abaixo, mas, por enquanto, só testei como leavin-in e na umectação.

❤ ❤ ❤

Creme para pentear (leave-in) 

É o jeito que eu mais uso. Não precisa de enxague, só aplicar e deixar agir como um creme de pentear mesmo pra segurar o frizz e dar brilho.

Umectação

Para fazer umectação com Yamasterol é só misturar ele com algum óleo. Eu já usei para tirar a umectação. Amei o resultado e expliquei neste post.

Máscara de tratamento

Substitui o creme de tratamento por Yamasterol! Simples assim.

Pré-shampoo

Outra forma de usar o Yamasterol é antes de lavar o cabelo. É a técnica chamada pré-poo. Serve para proteger o cabelo do ressecamento das lavagens. Para fazer, tem que passar o produto um dia antes e lavar e deixar agir, sem enxaguar. Depois lava normalmente.

Condicionador

Dá para usar após o shampoo também, como condicionador. A textura rala deixa o cabelo bem levinho.

Não tem desculpa pra não incluí-lo no cronograma. Tudo isso bem baratinho, comprei o de 200g por R$ 4,99. Existem outros da família: hoje comprei o rosinha (queratina) de 200g por R$ 4,80 e o branco com tampa azul (Yamasterol Proteína Hidrolisada) 90g saiu por R$ 2,80. Depois conto o que achei!

E você, já testou todos? Me fala 🙂

Beijos, Bruna Dias

Anúncios
Mudando a vida 

Mudando a vida 

il_fullxfull.773853518_27r3.jpg

Li essa frase na mesma semana em que pensava em escrever sobre como mudei a forma de olhar meu guarda roupa depois que cortei meu cabelo. Comprei roupas novas, adaptei outras, e ganhei alguns acessórios que eu acho que nunca teria ganhado antes! E isso foi bom: as pessoas perceberam a mudança também. Eu até ganhei um bolo de aniversário com o tema transição! (amei, amei, amei!) Algumas coisinhas começaram a fazer parte do meu dia a dia logo na transição. E ainda carrego muitas delas:

Lenços: no inverno, de manhã, quase sempre está friozinho. Então uso alguns lenços pra dar um up no visual.

Brincos e colares: se eu contar ninguém acredita, mas eu era bem “perua” quando criança. Esse ano eu me reencontrei com os brincos. E ganhei esses fofuxos:

Stockholm.jpg

Faixas: já disse que me ajudaram muito e continuam ajudando. Próximo passo é aprender a usar o turbante…

Sapatos: Na ponta do look, mas faz uma diferença. Tentei buscar alguns diferentes e encontrei umas promoções incríveis. Esse estava de R$ 59,99 por R$ 39,99 na C&A (Botafogo – RJ).

Stockholm (1).jpg

Maquiagens: por último, mas não menos importante. Estou tentando aprender e já estou viciada em batons. Ganhei esses (da Janaína Lellis): 

Stockholm (2).jpg

A verdade é que eu via nos outros muitos desses acessórios, mas achava bem estranho eu mesma usar. Tinha a impressão de que estava “chamando atenção demais”. As coisas mudam né?! Além disso tudo, criei uma pasta no pinterest com inspirações.

No instagram, a indicação da vez é uma DIVA que sabe muito de moda: @anna_chagas. Mostra combinações incríveis, ressaltando sempre que as negras PODEM sim arrasar com looks muito bem montados.

Beijo! Bruna Dias

Cuidando do cabelo crespo nos dias frios 

Cuidando do cabelo crespo nos dias frios 

Lembro bem de como eu sofria no inverno quando meu cabelo era completamente cacheado. Falta de brilho, ressecamento e pouca definição: ainda não sei o que mais me chateava. Tinha a mania de molhar o cabelo sempre que podia, e no frio, todo mundo quer distância de água né rs. Não achava/nem procurava tantos produtos para salva-lo nesse período. Hoje, temos  variedade de cremes, além de dicas fáceis pra dar uma luzinha pros cachos. Vou falar sobre duas delas (que aprendi em muuuitos sites legais – vou deixar os links no final) e de produtos que estou curtindo usar. Vamooos!

  1. cabelo.jpgHora do banho!  Tomar banho no frio é um desafio. Lavar o cabelo então dá uma preguiça. Mas você vai dizer: ué, banho quentinho no friozinho é gostosinho. Pra você até é, mas pro seu cabelo não! O coitado fica ressecado, sem brilho. Tudo de ruim, eu percebo logo quando saio do banho a textura estranha. E se você lavar todos os dias, a situação piora: quanto mais a gente lava, mais ressecado ele pode ficar. Felizmente, pra mim, a necessidade de lavar o cabelo no frio diminui significativamente, porque ele parece menos sujo. Ainda bem, ficar com cabelo molhado e gelado ninguém merece, nem ele mesmo. Isso pode deixa-lo ainda mais frágil e quebradiço. A dica que eu acho mais difícil de seguir é evitar água quente no cabelo… mas vamos tentar pelo menos água morna!book-pages-planner-calendar (1)
  2. Sagrado Cronograma Capilar – Ainda não fiz um post só sobre o cronograma porque vivo trocando os cremes – ainda estou na fase de testes – e quero escrever indicando os que eu mais gosto. Mas, ressalto aqui como seguir o cronograma ajudou meu cabelo a crescer. Fiz o bc há um mês, com sete meses de transição, e a impressão que tenho é que metade dele cresceu em apenas um mês. Faço o cronograma tradicional, mas quando encontro um produto que quero testar, às vezes adapto. O que mais gosto é a definição, brilho, maciez e resistência que os cuidados dão ao meu cabelo – e acredito que por isso ele esteja crescendo tão rápido. Aprender sobre os produtos, escolher criticamente, e conseguir apontar “esse serve, esse não serve” é muito bom.Você começa a conhecer seu próprio cabelo. No frio, o cronograma ajuda na manutenção da hidratação e nutrição do cabelo. Nesse inverno estou fazendo mais nutrição do que hidratação, porque o que mais me incomoda é o frizz e a falta de definição. Obs: eu não deixo de fazer hidratação! Faço para não deixar os fios ressecados. Mas, nesse período, estou apostando mais na nutrição. Inclusive a umectação (com óleo de Rícino e de Coco da Salon Line) que é um dos tratamentos que mais gosto de fazer, por garantir uma definição incrível.#dicadoinsta: Na semana passada, estava com a umectação noturna na cabeça, preparada para dormir, quando vi o stories da @sostransitete. Uma dica muito boa para testar: depois da umectação, ainda com o óleo na cabeça, aplicar Yemastrol e deixar agir por 15 minutos. Lavar normalmente e finalizar com Yemasterol. Que definição e brilho! Fiquei apaixonada!Ah, falando em finalizar, alguns produtos me ajudam a segurar o frizz e não deixar o cabelo tão ressecado. Eu gosto muito dos cremes da Seda, principalmente o Ceramidas (aquele rosinha), o gloss da Maria Molinha que dá uma segurada e brilho, e o creme cc cream da Vizcaya (textura muito boa, da pra ver que hidrata bastante e facilita pentear).

E você, como cuida dos cabelos no frio?

Indico leitura: 

Hidratação ou nutrição: qual é o melhor tratamento para o fio crespo? – All things hair

5 Dicas para cuidar do cabelo crespo / cacheado no inverno – Cacheia

Cabelo crespo e cacheado no inverno: dicas para manter os fios bonitos e saudáveis – All things hair 

Como cuidar do cabelo cacheado no inverno – Desventuras de uma cacheada 

Testando! Santo Black Poderoso – Embelleze

Testando! Santo Black Poderoso – Embelleze

Se tem uma coisa que eu fiz na transição capilar foi testar produto novos. Alguns deles mudaram o efeito depois do Big Chop e eu precisar testar novamente.
Essa semana comprei o Santo Black Poderosos, ainda não tinha usado nada da Família Meus Cachos, da Novex/ Embelleze.

Vamos lá:

Consistência: não achei pesada, nem muito leve. Achei ideal ❤️

O Prometido: “Trago o brilho amado, afasto as pontas duplas, desfaço nós, curo frizz”, em 3 minutos. Liberado.

Matéria prima: feito com óleo da semente de Baobá (ainda não conhecia). Uma matéria prima de origem africana, composta de diversas vitaminas (uhuuul)

Cheiro: docinho, docinho, mas não enjoativo

Preço: 400g – R$ 12,00

O que achei: Gostei muito da textura, por não ser pesada. Cremes pedados perdem muuuitos pontos comigo.

Percebi que os cachinhos enrolaram ainda mais e o cabelo ficou brilhoso e cheiroso! Sério, um super creme pra quem quer um black MACIO e VOLUMOSO (coloca volume nisso, parece até que o cabelo cresceu mais!). Tive um day after bem diferente, o volume continuou e os cachos não desmancharam – dorme com touca de cetim.

Senti um pouco de queda, mas bem pouco durante a lavagem e não posso dizer que foi exatamente por causa do creme. Já até parou.

Estou ansiosa para usar a linha completa! Recomendo! 🤗