Conversando sobre: a transição de Bruna

Conversando sobre: a transição de Bruna

bru.png

Conheci uma xará que também está em transição, lá em São Paulo. A Bruna Luiza ainda é tímida nas redes, mas escreve muito bem e não deixa de falar da sua relação com o cabelo no Bru_Cacheia. As texturizações (perguntem o segredo à ela) ficam perfeitas! Eu já a vejo completamente cacheada.

A transição da Bru é diferente das outras que conheci. Por conta de estresse emocional e ansiedade, o cabelo foi caindo, afinando e perdendo a textura. Bru começou a tomar vitaminas que estavam faltando no seu organismo (Vitamina D e Zinco), se cuidar, e então entrou no processo de transição para o cabelo cacheado. Desde 2017 o cabelo não cai mais. Assim, a chapinha virou sua aliada para sair de casa.

bru2.png“Estou com 9 meses de transição. Fazer chapinha é triste pra mim, porque eu sei que danifica meus cachinhos que estão florescendo. Mas, faço escova em casa com medo das escovas dos salões, de alisar devido a alguma coisa química que possa ter, e como não sei secar direito acabo finalizando bem mais com a chapinha. Isso quando não passo chapinha todos os dias. Essa foi a forma que encontrei para passar pela transição porque não consigo sair com ele “natural”, comenta.

Quando não faz escova em casa, Bruna opta pelas tranças box braids. E gente, ela fica linda de qualquer jeito! Já é a quarta vez que ela usa as tranças para ajudar a passar pelo processo e também para ver resultado no crescimento, enquanto toma coragem para fazer o sonhado big chop.

“Antes de colocar tinha medo preconceito que poderia correr, dos olhares rsrs, mas hoje me sinto linda e bela de cabelão trançado, fora que ajuda muito na transição né, já que posso ficar longe da chapinha por um tempo​. Por isso fiz as tranças, pois ajudam no crescimento e fora a praticidade, acordo já estou pronta!, diz.

Bru, a hora do big chop vai chegar e você mais do que ninguém vai perceber. Não precisa ter pressa. Vamos com tudo! Qualquer coisa, estamos aqui ❤

Bruna Dias
Anúncios
“Pude ver que o que me deixa bonita não é só o cabelo”. Saiba mais sobre a transição da Deyse!

“Pude ver que o que me deixa bonita não é só o cabelo”. Saiba mais sobre a transição da Deyse!

deyse

Hoje vamos falar da transição da Deyse dos Santos. São cachos tão lindos que vocês PRECISAM ver: @deyse_dossantos.

Deyse passou 4 meses na transição. Decidiu entrar na transição porque não aguentava mais ser “escreva” da chapinha e dos relaxamentos. O cabelo estava pedindo socorroooo. E a autoestima de Deyse também. Com a palavra:

Pensei várias vezes em desistir, ouvi críticas e até conselhos para alisar de novo. Essa é a minha segunda transição capilar, a primeira eu acabei ouvindo os “conselhos” mas, enfim, tive o apoio do meu namorado, da minha melhor amiga que também fez bc, conta.

deyse1O Big Chop

“No início muitos não entenderam porque meu cabelo estava daquela forma. Quando eu cortei, me chamaram de doida, disseram que preferiam meu cabelo alisado, mal sabiam que aquela tal forma não me deixava bem.

Logo quando cortei, me senti bem. Mais bonita, com um cabelo prático, eu pude ver que o que me deixa bonita não é só o cabelo, mas o sorriso no rosto e a certeza de que eu não poderia mais me preocupar com a chuva, com um fio fora do lugar.

Hoje eu me dedico total aos meus fios e cuido com amor, não me arrependo de ter cortado, me arrependo de ter desistido na primeira vez”.

Inspirações

“Minha maior inspiração foram muitas mulheres que passaram pela mesma situação. Pensei que iria ficar desesperada pro cabelo crescer, mas pelo contrário, eu curti cada mês, cada centímetro, pois cabelo cresce rápido e não queria apressar ele.

As redes sociais formam uma peça chave. Vou lhe dar um dica infalível: TENHA PACIÊNCIA! Siga pessoas que estão no mesmo objetivo que você, se apegue aos que te apoiam”.

 

Essas foram as palavras da Deyse! Lindas né ?! Me manda sua história também! É só mandar um oi clicando aqui! ❤

Beijos, Bruna  Dias